quarta-feira, 1 de agosto de 2012

ADOÇANTES - SAIBA COMO USAR


Os adoçantes são substitutos naturais ou artificiais do açúcar que conferem sabor doce com menor número de calorias por grama de um alimento. São compostos por substâncias edulcorantes, que possuem a capacidade de adoçar muito em pequenas concentrações. Os adoçantes são indicados para indivíduos com condições fisiológicas ou metabólicas específicas, como diabéticos e alguns casos de excesso de peso. 

Qual adoçante eu devo escolher?

Os adoçantes são classificados conforme a sua origem e seu valor calórico.

Quanto à origem: os edulcorantes podem ser produzidos artificialmente, como o aspartame, sacarina sódica, ciclamato de sódio, acessulfame  K  e  sucralose,  ou naturalmente  (extraídos  de  plantas)  como a  frutose,  manitol,  sorbitol, esteviosídeo e xilitol. 

Quanto ao valor calórico: adoçantes calóricos (encontrados em frutas, mel e álcoois de açúcar) possuem poder adoçante superior ao açúcar comum, deste modo, devem ser utilizados em quantidades reduzidas. Já os adoçantes não calóricos geralmente são artificiais ou produto de proteínas produzidas a partir de aminoácidos e sal de potássio sintético, não contém calorias e propiciam doçura acentuada.

Em geral, todos os edulcorantes podem ser utilizados com segurança, desde que se respeite a equivalência sugerida no rótulo e a Ingestão Diária Máxima (IDA). Para algumas situações fisiológicas específicas, como gestação, hipertensão, dentre outras existem algumas restrições. Nestes casos, vale a pena  procurara ajuda de um nutricionista.

Orientações para uso adequado do adoçante:

- Leia o rótulo para saber a equivalência entre o adoçante escolhido e o açúcar comum. Então, utilize apenas o suficiente, prove e, se necessário,  aumente gradativamente até obter o sabor adocicado desejado. Muitas pessoas exageram na quantidade do adoçante obtendo um alimento com gosto residual, ruim, amargo ou  metálico. Além  disso,  o  excesso de adoçante não traz benefícios à saúde. 

- Atenção na substituição do açúcar por adoçante em suas receitas. Geralmente 10 gotas de adoçante líquido ou 2 pacotinhos de adoçante em  pó  correspondem  a  1 colher  de  sopa  de  açúcar.  Adoçantes  de  “forno  e  fogão”  (adoçantes  aerados) possuem  medida  equivalente  à utilizada de açúcar na receita.

- Para preparar receitas, leia o rótulo e verifique se o produto pode ser aquecido ou adicionado a receitas que vão ao forno ou fogão.  Preparações  como  bolos  feitos  com  adoçante  devem  levar  mais  fermento  e serem  assados  em  assadeiras  menores,  pois  ficam  menos aerados (“crescem menos”). 

- Utilize apenas o adoçante que possui registro na ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), este registro deverá estar impresso na embalagem do produto. 


- Caso você não goste do sabor de um determinado adoçante, poderá trocar por outro equivalente e, se tiver dúvidas, procure orientação do seu nutricionista antes de escolher um adoçante. Há várias opções no mercado e ele poderá indicar o ideal para você.


Para saber características de cada adoçante e a Ingestão Diária Máxima recomendada, acesse o link:


Fontes pesquisadas:

www.meunutricionista.com.br (Matéria escrita pelas nutricionistas Ana Carolina Assad Pinto e Ticiane Gonçalez Bovi)
www.rgnutri.com.br
www.inmetro.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget