quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

FESTAS DE FIM DE ANO
saiba como obter prazer e manter a forma


Enfim, as festas de fim de ano... Natal, Ano Novo, revelação de amigo secreto, confraternizações... É tempo de rever amigos, parentes, festejar e comer, comer muito!
Nesta época, é comum abusar na hora das refeições. Abaixo algumas dicas para iniciar o ano novo de bem com a balança:

J  Se você for a um jantar ou a uma festa, procure fazer refeições mais leves nos dias anteriores, com muitas frutas e verduras e pouquíssima gordura.

J  No dia da festa: muitas pessoas ficam o dia todo sem comer, esperando a hora da ceia. À noite, elas acabam ‘atacando’ a comida e passando dos limites. Durante o dia, alimente-se sem excessos, dando preferência a alimentos mais leves, como saladas, carnes e laticínios magros e frutas. Antes de sair de casa para ir à ceia, tome um iogurte desnatado ou coma uma fruta.

J  Nas festas: você não precisa restringir alimentos. O importante é não exagerar na quantidade. Nozes, castanhas, avelãs e amêndoas são deliciosas, nutritivas e calóricas, coma com moderação. Quando for comer peru ou chester, retire a pele. Inicie a refeição sempre pelas saladas, evitando aquelas com molhos a base de maionese.

J  Bebidas alcoólicas têm “calorias vazias” (sem valor nutritivo) e devem ser consumidas com moderação.

J  Ao invés de colocar três fatias de tender, coloque apenas uma, acompanhada de pedaços de abacaxi ou pêssego. Se houver necessidade, então pegue mais uma fatia.

J  Escolha o acompanhamento de sua preferência antes de servir. Por exemplo, se comer farofa, diminua a quantidade arroz. Os purês de batata, castanhas ou mandioquinha também substituem o arroz.

J  Na hora da sobremesa, consuma frutas, e pegue fatias / porções pequenas de doces. Coma um pedaço por vez e pense se há necessidade de repetir.

J  Tenha prazer em cada escolha, mastigue bem os alimentos, saboreie-os. Quando estamos confraternizando, perdemos a noção do que comemos e levamos mais tempo para nos sentirmos satisfeitos. Não fique pensando no que ainda não comeu. A comida não é a principal atração da festa. Divirta-se conversando com seus amigos e familiares!

J  Ficar sentado à mesa depois da refeição, durante horas, faz com que se sirva de mais um pouco, petisque isto e belisque aquilo. Por isso é melhor passarem para a sala depois da refeição.

J  Depois das festas: esta é a hora mais amarga. Algumas vezes, a balança mostra os abusos. Para ajudar a queimar as calorias, faça alguma atividade física, como caminhadas, corridas, passeios de bicicleta ou qualquer exercício que goste, e refeições mais leves, com saladas verdes, legumes refogados, carnes magras grelhadas ou sopas frias, já que é verão.
 
J  Algumas pessoas não comem demais durante o Natal, mas sim entre o dia 26 e o Ano Novo. Isto porque a casa está cheia de sobras das iguarias de que gostam, outras porque tiveram o cuidado de não exagerar durante aqueles dois dias, sentem que essa pressão já acabou e depois têm dificuldade em resistir à abundância de alimentos que gostam e nos quais esbarram em todo o lado. É a tacinha dos frutos secos que está na sala, os doces que estão em cima do móvel na casa de jantar, o resto do tender e do bacalhau gratinado com que se deparam quando ao abrir a geladeira… Por isso, se celebrar o Natal em sua casa faça menos comida ou distribua parte do que lhe sobra pelos seus convidados (familiares). O que sobrar, congele em pequenas porções para comer aos poucos.

J  Beba bastante água e chás sem açúcares. Os chás de hortelã, macela, erva-doce, camomila, gengibre e alecrim são ótimos estimuladores da digestão. 

BOM APETITE E BOAS FESTAS!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget